Olá.

Bem-vindo ao Cidades de Portugal, o meu blog com as melhores dicas do país. Aproveite e boa viagem!

Um Passeio de Lisboa Até Mafra

Um Passeio de Lisboa Até Mafra

Bem pertinho de Lisboa, a cerca de 30 minutos, está uma pérola quase desconhecida: Mafra e o seu imponente Palácio.

De alguns pontos da estrada, já é possível avistar aquela que é a maior estrela da cidade. A curiosidade começa a despontar e quando finalmente o edifício ganha contornos reais, sabemos que estamos em Mafra e que esse é o seu Palácio Nacional. 

Andando pelo seu pequeno centro histórico, notamos que há mais para ver: pastelarias tradicionais, como o Fradinho, casinhas amorosas, restaurantes e lojinhas.

O clima é bem pacato e propício a cidade, que não é muito movimentada. Mas, pelo que ouvi dizer esse cenário muda de figura nas feiras tradicionais, como por exemplo o Festival do Pão, que acontece todos os anos em Julho no Jardim do Cerco.

No Natal, a Câmara de Mafra (Prefeitura) também costuma organizar um Mercado com barraquinhas de produtos regionais, carrossel para as crianças, música ao vivo e ainda um Papai Noel com direito a ajudantes, os duendes. 

Apesar de já ter visitado a cidade algumas vezes, passeado no Jardim do Cerco e até entrado na Igreja, ainda não conhecia o Palácio!

Como se diz por aí: antes tarde do que nunca! Afinal, tínhamos o dia livre e a companhia do meu pai para fechar o pacote! 

O Palácio é enorme e muito legal, penso que poderia estar um pouco mais conservado, mas mesmo assim adorei a visita.

O edifício engloba o Paço Real (Palácio que estava dividido numa ala para o rei e outra para a rainha), o Convento, o Jardim do Cerco e a Basílica, que ostenta um conjunto de seis órgãos, esculturas italianas e telas diversas.

Ocupando a parte central do edifício, a Basílica exibe duas torres com carrilhões afinados, mais precisamente noventa e oito sinos! Um dos maiores conjuntos históricos do mundo.

A Biblioteca do Palácio merece uma visita especial, pois é uma verdadeira joia. Com um impressionante acervo que ultrapassa 30.000 volumes, incluindo uma segunda edição dos Lusíadas, de Camões, a Biblioteca encanta. Por ser tão linda e única já foi considerada a mais bela do mundo.

A enfermaria do Convento é também muito interessante. As camas ficavam viradas para o altar para que os doentes pudessem assistir à celebração da missa.

A nossa visita foi super tranquila, eu gostei muito. Como não estava lotado, tínhamos a sensação de que o Palácio era só nosso!

No final, vimos uma exposição de pintura bem legal. Eu, como sempre, imaginei alguns quadros na minha casa.

Antes de irmos embora, passamos pelo Jardim do Cerco. A falcoaria é o máximo, tinha várias corujas, que eu adoro! Até poderíamos tirar uma foto com elas ou com as outras aves, custava entre dez e seis euros. O Martin não curtiu muito a ideia, preferiu ficar na fonte, brincando com a água.

O Palácio está aberto diariamente, com exceção das terças-feiras, das 09:30h às 17:30h.



Fado ao Centro

Fado ao Centro

Petiscos no Arcada

Petiscos no Arcada