Olá.

Bem-vindo ao Cidades de Portugal, o meu blog com as melhores dicas do país. Aproveite e boa viagem!

O Jardim de Pedro e Inês

O Jardim de Pedro e Inês

Ficamos hospedados na Quinta das Lágrimas e fizemos uma visita guiada com a querida Cláudia para conhecer de perto a história de amor do Príncipe Pedro e da bela Inês de Castro.

Depois de duas horas de viagem, o que mais queríamos era passear! Foi ótimo, pois o jardim é lindo e fica mesmo dentro do hotel, com entrada gratuita para os hóspedes. Quem não estiver hospedado na Quinta das Lágrimas, poderá conhecer o jardim também. O ingresso custa 2,50€ e é possível agendar uma visita guiada tal como a que nós fizemos.

Em Coimbra, situado na margem esquerda do Mondego, no sossego de Santa Clara, o hotel recebe muitos visitantes interessados no conforto proporcionado pelo recinto, mas também na mais famosa e trágica história de amor vivida em Portugal. 

Se já conhecem Romeu e Julieta, Tristão e Isolda, entre outras tragédias, vão com certeza gostar de ouvir a triste história de Pedro e Inês, que contarei ainda neste post.

O jardim tem um estilo romântico, que foi muito bem descrito pela Cláudia: o lago em forma de S, a umidade característica, muito arborizado (com espécies que datam o século XIX)… sem essas particularidades, seria apenas um jardim que parece romântico por ter banquinhos fofinhos e ser bonito. 

No meio do percurso, a Cláudia agarrou num galho que estava no chão e o partiu com certa dificuldade. Logo, sentimos um cheiro delicioso! Ela então nos apresentou a Canforeira e nós percebemos que aquele cheiro tão bom era de cânfora, uma maravilha!

Depois, seguindo o roteiro, entramos num jardim diferente: com muita grama, canteiros quadrados, para além de uma fonte no meio de tudo. Os traços ali eram típicos dos jardins Medievais, do século XIV.

Lá, havia uma castanheira que fascinou o Martin. Depois da Cláudia lhe ter mostrado castanhas dentro da fonte, ele adorou a ideia de pegá-las e jogá-las lá dentro.

Continuando a nossa caminhada, nos deparamos com uma árvore de tirar o fôlego! Linda demais! As suas raízes eram de impressionar. Claro que rolou aquela típica foto sentada em cima da raiz. A Cláudia conseguiu atrair a atenção do Martin quando comparou uma parte da raiz com um dinossauro! 

Então, depois disso, finalmente chegamos à Fonte dos Amores e ali ficamos encantados com a história que nos foi contada, eternizada através de Camões num episódio dos Lusíadas.

D. Pedro e Inês de Castro se apaixonaram e se encontravam em segredo nos jardins da Quinta das Lágrimas, pois o príncipe era casado com D. Constança, que tinha Inês como a sua dama de companhia. Depois da morte da sua mulher, D. Pedro passou a viver com Inês, com quem teve três filhos. Inconformado com a situação, o rei ordenou que matassem Inês quando o seu filho estivesse fora. Tomado por uma dor avassaladora, Pedro jurou vingança e quando foi coroado rei não perdoou os assassinos da sua amada. Mais tarde, coroou Inês como rainha, mesmo depois de morta.

Eu estava completamente rendida com a história, mas os olhos estavam sempre no Martin, que estava encantado com a Fonte dos Amores. Até que… tchibum! Lá vai o Martin para dentro da fonte!

Eu gritei e o tirei de lá correndo! Ainda bem que tinha pouca água, ele quase não se molhou. Aquela fonte é realmente encantadora, encantou até o meu bebê!

Depois do susto, levamos a nossa fitinha vermelha, que recebemos no check-in, e deixamos noutro jardim. Nas fitinhas escrevi os nossos nomes e, segundo nos disseram, a tradição atrai boas vibrações. Amor é tudo o que queremos para a nossa família e não podíamos deixar passar essa oportunidade.

Segundo Camões, as lágrimas de Inês se transformaram numa fonte, a Fonte das Lágrimas. Este, que foi o local exato da sua morte, era o seu lugar favorito. Conforme reza a lenda, mesmo com o passar dos anos o sangue de Inês continua marcado nas pedras.

Por fim, terminamos o passeio pelo anfiteatro aberto, que recebe na segunda quinzena de Julho um festival de jazz e música clássica.


Petiscos no Arcada

Petiscos no Arcada

Brunch com Vista Tejo

Brunch com Vista Tejo