Olá.

Bem-vindo ao Cidades de Portugal, o meu blog com as melhores dicas do país. Aproveite e boa viagem!

Pelo Centro de Coimbra

Pelo Centro de Coimbra

Coimbra apresenta um dos centros históricos mais charmosos de Portugal. Passear por suas ruas pouco tocadas pelo turismo foi uma experiência bem interessante.

Encontramos com a Sara da empresa Go Walks na Casa Medieval, construída no final do século XV e localizada no centro da cidade, mas que pode passar despercebida aos olhos dos visitantes. Nós demoramos um pouco para encontra-la, mas graças ao GPS nos deparamos finalmente com a casa privada mais antiga de Coimbra. Recomendo muito um passeio com eles, aprendi muitas coisas sobre Coimbra de uma forma leve e descontraída.

A Casa Medieval dispõe de um “Welcome Center”. Lá, os turistas poderão receber informações úteis, comprar passeios diversos pela cidade e arredores ou ainda alugar um armário para deixar parte das suas coisas e curtir a cidade na tranquilidade.

Saímos de lá e seguimos pelas ruelas da Baixa de Coimbra, prontos para ouvir e respirar as histórias contadas pela Sara.

Logo no início, ficamos sabendo que em 1139 foi fundado o Reino de Portugal. Depois da Batalha de Ourique, D. Afonso Henriques foi aclamado rei, tornando Coimbra a primeira capital de Portugal.

Seguindo a nossa visita, conhecemos a Chronospaper, uma loja que restaura livros, que faz encadernação e ainda coleção de cadernos. Maria Ferreira, mestre em Conservação e restauro, é a idealizadora do espaço e trabalha em conjunto com a sua família. Todos os produtos são artesanais e produzidos por eles. A loja é um charme, fomos muito bem recebidos (com direito a miminhos), vale mesmo a pena visitar.

Andando pela "baixinha de Coimbra" (como bem dizia a Sara), notamos que se conservam as antigas tradições do comércio, como por exemplo as lojinhas com artigos de bebês e crianças.

Em Lisboa, ainda encontramos alguma coisa do gênero no Chiado, mas com a cidade cada vez mais cosmopolita, o comércio tradicional tem perdido espaço.

Em Coimbra o mesmo (ainda) não acontece e a cidade preserva a sua genuinidade.

Visitamos uma loja bem legal de produtos gourmet, onde a Sara nos mostrou as tradicionais latas de biscoitos Paupério. Uma delas, em particular, trazia o nome do Rio de Janeiro porque seria vendida no Brasil como biscoito típico. A Paupério acumula 140 anos de tradição!

Passamos também pelo Mercado D. Pedro V, onde locais e turistas se misturam para aproveitarem a oferta variada de produtos.

Depois, paramos para observar a Câmara Municipal de Coimbra (a Prefeitura). O edifício é super bonito, dando especial destaque a sua fachada maravilhosa.

Na Igreja de Santa Cruz, podemos ver o túmulo de D. Afonso Henriques, o primeiro Rei de Portugal.

Na parte de trás do Mosteiro, está o Jardim da Manga, construído ainda no século XVI. De acordo com uma lenda, o jardim recebeu esse nome porque o rei D. João III, numa visita ao Mosteiro, fez um esboço do que seria o jardim na manga do seu casaco depois de observar todo o espaço mal aproveitado.

Saindo dali, passamos pela Rua da Sofia, uma das maiores e mais largas ruas da Europa no século XVI. Observando as lojas e vitrines, senti que os preços das coisas eram relativamente melhores do que em Lisboa.

No fim do dia, fomos até ao Hotel Oslo, perto da antiga muralha.

Tem uma vista maravilhosa lá, com certeza o cartão postal de Coimbra! O hotel tem apenas três estrelas, mas é super legal, os quartos são modernos, limpos e a localização é top!

Tenho de dizer mais uma vez o quanto vale a pena uma visita guiada! Não pude curtir ao máximo, porque passado algum tempo, o Martin deu erro. O que é super natural quando se tem dois anos! Mesmo assim, o saldo final foi positivo.

Atenção, mamães e papais: andar com o carrinho pelas ruas da Baixa de Coimbra é uma tarefa bem difícil! As escadas estão em toda a parte. Só para os mais corajosos! :)


Links Úteis de Viagem

Tapioca em Santos

Tapioca em Santos

Inverno no Barrocal

Inverno no Barrocal