Olá.

Bem-vindo ao Cidades de Portugal, o meu blog com as melhores dicas do país. Aproveite e boa viagem!

Primeira Noite em Évora

Primeira Noite em Évora

Nós já visitamos Évora algumas vezes, mas desta vez fomos conhecer o M’ar De Ar Aqueduto, um hotel que surgiu da adaptação do antigo Palácio dos Sepúlveda.

Esse hotel fantástico, situado estrategicamente no centro da cidade, é mais um motivo para se visitar a capital popular do Alentejo. Herdeira de um rico e variado património cultural, Évora é uma boa opção de bate e volta se você estiver em Lisboa. Em apenas uma horinha estamos lá, eu mesma já fiz isso outras vezes.

Quando chegamos, ficamos encantados com a mega vista da recepção! Sentimos uma satisfação imediata! Encanta os hóspedes logo a chegada, o que é ótimo.

O Outono já estava a fazer travessuras, ameaçava chuva e o vento estava fresquinho, mas dentro do hotel a temperatura era ideal, super aconchegante.

O nosso quarto era uma suíte muito legal, que foi decorada pelo atelier "Branco sobre Branco" tal como todos os quartos do hotel. A suíte era espaçosa, tinha uma sala ótima, uma varanda deliciosa e uma cama de dossel que era uma fofura. O banheiro era ideal, nada minúsculo, proporcionando assim um maior conforto.

Enfim… estava tudo impecável no nosso hotel em Évora.

A equipe do hotel foi muito prestável e não demorou mais de dez minutos para trazer uma caminha para o Martin. Ele ficou realizado e jogou-se nela, mal ficou pronta!

Saímos de Lisboa já com a intenção de almoçarmos no hotel. A gastronomia alentejana tem as suas particularidades e os seus vinhos têm ganhado cada vez mais espaço no mercado nacional e europeu, nós não iríamos perder por nada esse prazer.

Fomos muito bem recebidos no restaurante, aliás todo o atendimento do hotel é de excelência. Foram super simpáticos, explicaram tudo nos mínimos detalhes, até conhecemos o Chef! Realmente foi cinco estrelas!

O couvert apresentava uns pães literalmente divinos, não pude evitar comê-los porque estavam acompanhados de manteigas com especiarias, pasta de atum e ainda a típica farinheira alentejana.

Provamos também a amouse bouche do Chef, que levava polvo e abacate, era super fresca! Depois seguiu-se a entrada de creme de frutos do mar e de aipo, acompanhado de espuma de lima. Estava tão bom ao ponto do meu pai, que detesta todos os ingredientes, limpar o prato!

M'ar de Ar - Cidades de Portugal por Joana Balaguer 1M'ar de Ar - Cidades de Portugal por Joana Balaguer 7.jpg

O prato principal foi borrego acompanhado de batatas, cebolas, cogumelos e creme de laranja e aspargos. De sobremesa veio uma torta mousse de chocolate combinada com sorvete de baunilha artesanal (feito na cozinha do restaurante).

M'ar de Ar - Cidades de Portugal por Joana Balaguer 7.jpg

Bem… já estávamos mais do que satisfeitos! Tudo estava maravilhoso, mas para fechar com chave de ouro, chegaram pastéis de nata acabados de sair do forno!

Segundo a equipe do hotel, este é o exemplo de um almoço leve! Para nós foi digno da realeza!

Terminada a rica experiência gastronômica, fomos passear pela cidade. Começamos pela Sé, a maior catedral medieval de Portugal, e aproveitamos para ir ao terraço, curtir a bela vista da cidade até que... começou a chover.

Ver o rico centro histórico de Évora foi uma tarefa complicada, vimos tudo com pressa porque estava chovendo e o Martin começou a dar erro.

O Templo de Diana é de visita obrigatória, mas vimos bem rápido por conta do mau tempo. Não deixem de visitar, pois foi considerado Patrimônio Mundial pela Unesco e é um dos templos romanos mais bem conservados da Península Ibérica.

Passamos pelas ruelas tradicionais, pela praça Giraldo e depois fomos até a Capela dos Ossos. Confesso ter ficado um pouco angustiada lá dentro, pois é um local bastante escuro e as paredes estão revestidas de ossos e crânios humanos.

Gostaríamos de ter visitado o Museu de Évora, mas o Martin já estava irrequieto, nós estávamos bem molhados e nesse momento queríamos mesmo o nosso delicioso quarto do hotel!

Évora é uma cidade tranquila e pacata, mas tem um charme especial. Nos meses de Verão, a cidade já é invadida por uma boa quantidade de turistas e o calor que se faz sentir é abrasador, se puder, evite essa época.

O mau tempo e as curtas horas disponíveis acabaram por condicionar a nossa visita, assim não pudemos ver tudo com a calma necessária.

Quando regressamos ao hotel, fui logo fazer a minha santa massagem no Spa, que já estava previamente agendada.

O clima no Spa era zen e acolhedor, as velas deixavam um cheirinho delicioso no ar e eu até consegui dormir de tão relaxada. Quando acabou, aconselharam que eu fosse à sauna, mas eu não podia ir com o Martin a minha espera.

Chegando ao quarto, vi pela cara do meu marido as palavras que lhe iam à cabeça: É a sua vez, Joana!

O Martin tem muita energia!! Levei-o à sala de crianças do hotel, que era bem legal, e ele ficou feito pinto no lixo!

No jantar, decidimos comer outra vez no mesmo restaurante. Foram duas horas de pura orgia alimentar! Nota mil! Confiram pelas fotos!

M'ar de Ar - Cidades de Portugal por Joana Balaguer 14.jpg

Termino agradecendo ao Hotel M’ar De Ar Aqueduto por sua equipe especial ter proporcionado essa experiência maravilhosa a minha família. Évora ficou muito melhor agora que conhecemos vocês! Muito obrigada e até a próxima!


Quinta das Lágrimas

Quinta das Lágrimas

Tapas no Quebra-Costas

Tapas no Quebra-Costas